Notícias


Concurso Vinhos de Portugal 2019
2019 Maio 10

O Quinta dos Poços Grande Reserva 2015 participou no Concurso Vinhos de Portugal, que teve lugar em Santarém, entre 6 e 8 de Maio de 2019, no qual estiveram avaliação cerca de 1400 vinhos, obtendo uma Medalha de Prata.


Concours Mondial de Bruxelles 2019
2019 Maio 05

Na 26.ª edição do Concours Mondial de Bruxelles, que decorreu em Aigle, Suíça, entre 2 e 5 de Maio de 2019, o Quinta dos Poços Grande Reserva 2015 obteve uma Medalha de Ouro


Tasted 100% Blind
2019 Março 15

A publicação Tasted 100% Blind realizou em França uma prova cega de vinhos portugueses com a intervenção de um dos melhores sommeliers do mundo, Andreas Larsson (Suécia).

Participaram cerca de duas centenas de vinhos.

O Quinta dos Poços MG XXI 2016 e o Quinta dos Poços Grande Reserva 2015 obtiveram, respectivamente, as classificações de 91/100 e 88/100.


Quinta dos Poços MG XXI 2013
2017 Setembro 01

**** 17,5 (Vinho excelente, de grande afinação)

Provado em 2015, em magnum. Muito bem na cor, concentrado, rico e com muito carácter de fruta vermelha e negra, aqui num bom diálogo com a barrica. O vinho mostra-se muito equilibrado na boca, com finura de taninos e um arredondamento que torna a prova um prazer. Conjunto de muito bom nível.

— João Paulo Martins in Vinhos de Portugal 2018


Quinta dos Poços MG XXI 2014
2017 Setembro 01

**** 17,5 (Vinho excelente, de grande afinação)

Provado em 2017. Muito bem na cor, de novo nesta colheita, concentrado, rico e com muito carácter de fruta, vermelha e negra, aqui num bom diálogo com a barrica. Na boca, a par da concentração e da textura densa não deixa de se sentir um vinho acetinado e a permitir boa prova agora. Estamos aqui a falar de um tinto de alto gabarito, muito bem desenhado.

— João Paulo Martins in Vinhos de Portugal 2018


Quinta dos Poços Grande Reserva 2014
2017 Setembro 01

**** 17 (Muito bom, de personalidade vincada)

Provado em 2017. Feito em lagar com pisa a pé e 18 meses em barrica. Concentrado na cor mas sem exageros, denso no aroma, aqui a mostrar fruta madura e barrica muito bem integrada. Na boca mostra uma boa estrutura, com taninos muitos finos mas bem presentes, um corpo que, sendo volumoso, não magoa. Pode deixar-se tentar agora mas guarde o resto em cave.
Boas colheitas anteriores: 2011 Grande Reserva.

— João Paulo Martins in Vinhos de Portugal 2018


Quinta dos Poços Reserva 2013
2017 Setembro 01

**** 16 (Muito bom, de personalidade vincada)

Provado em 2017. Mudou o perfil e está agora bem aberto na cor, aroma a corresponder em fruta jovem, em facilidade de prova. Na boca mostra taninos polidos, boa acidez e uma enorme vocação gastronómica. Muito atractivo e, com este perfil, vai ganhar mais adeptos.

— João Paulo Martins in Vinhos de Portugal 2018


Quinta dos Poços Colheita 2014
2017 Setembro 01

**** 15.5 (Bom, bem feito, muito agradável de beber)

Provado em 2017. Lote de três castas. Franco no aroma, expressivo nas notas florais, sem barrica, um tinto acessível e bem organizado. Muito redondo na boca, tonalidade de fruta franca e algum floral, taninos muito fáceis e conjunto pensado para o consumo imediato. Dá prova muito agradável e não requer tempo de cave.

— João Paulo Martins in Vinhos de Portugal 2018


Quinta dos Poços MG XXI 2013
2015 Outubro 01

**** 17,5 (Vinho excelente, de grande afinação)

Provado em 2015 em magnum. Muito bem na cor, concentrado, rico e com muito carácter de fruta, vermelha e negra aqui num bom diálogo com a barrica.O vinho mostra-se muito equilibrado na boca, com finura de taninos e um arredondamento que torna a prova um prazer. Conjunto de muito bom nível.

— João Paulo Martins in Vinhos de Portugal 2016


Quinta dos Poços Reserva 2012
2015 Outubro 01

**** 16,5 (Muito bom, de personalidade vincada)

Provado várias vezes em 2015. Muito concentrado na cor, aroma ainda fechado, dominado pela tosta de barrica mas a mostrar vigor e muita estrutura, frutos pretos e notas de alcatrão, tudo desta vez mais acessível e menos austero do que na anterior edição. Na boca mostra-se sério, de taninos polidos, acessível desde já com pratos bem temperados. Fica aquém da anterior edição mas está um bom tinto.

— João Paulo Martins in Vinhos de Portugal 2016


Quinta dos Poços Colheita 2013
2015 Outubro 01

**** 15,5 (Bom, bem feito, muito agradável de beber)

Provado em 2015. Franco no aroma, expressivo na fruta vermelha, sem interferência de barrica, um tinto acessível e bem organizado. Muito redondo na boca, tonalidade de fruta franca e algum floral, taninos muito fáceis e conjunto pensado para o consumo imediato.

— João Paulo Martins in Vinhos de Portugal 2016


RESERVA 2012 - BOA COMPRA 2015
2015 Fevereiro 01

Na sua edição de Fevereiro de 2015, a REVISTA DE VINHOS distinguiu o Quinta dos Poços Reserva 2012 com o selo de BOA COMPRA 2015 e atribuiu-lhe 16 pontos. Segundo a mesma publicação, trata-se de "Um tinto muito limpo e atraente no fruto vermelho bem maduro com leve nota fumada e algum alcatrão, na boca é macio, jovem de fruto, algum nervo de tanino, corpo mediano e bastante harmonioso."

— in Revista de Vinhos


TASTED JOURNAL
2014 Março 17

A publicação TASTED JOURNAL realizou na Alemanha uma prova cega de vinhos portugueses com a intervenção de dois dos melhores sommeliers do mundo, Andreas Larsson (Suécia) e Markus Del Monego (Alemanha).

Participaram 235 vinhos portugueses.

O Quinta dos Poços Grande Reserva 2011 ganhou o 1º lugar com 95/100 pontos. Em consequência ficou, entre os cerca de 5000 vinhos de todo o mundo provados por estes sommeliers, no seu TOP 200.

Por sua vez, o Quinta dos Poços Reserva 2010 e o Quinta dos Poços Colheita 2012 obtiveram as classificações de 89,5/100 e 89/100, respectivamente.

— in Tasted Journal 100% Blind


Revista de Vinhos de Janeiro de 2014
2014 Janeiro 01

Na Revista de Vinhos de Janeiro de 2014 o Quinta dos Poços Grande Reserva 2011 obteve a classificação de 17,5 pontos (Excelente, de grande categoria e potencial).
Para João Paulo Martins é um vinho "Muito concentrado na cor, aroma ainda fechado, dominado pela tosta da barrica mas a mostrar vigor e muita estrutura, frutos pretos e notas de alcatrão. Tinto sério, de taninos vigorosos mas polidos, tudo a precisar de tempo."

— in Revista de Vinhos


© 2015-2019 Sociedade Agrícola José Mesquita Guimarães, Lda.